domingo, 30 de abril de 2017

Jesus, O Bom Pastor




"Eu sou o bom pastor. O bom pastor expõe a sua vida pelas suas ovelhas. O mercenário, o que não é pastor, de quem não são próprias as ovelhas, vê vir o lobo, deixa as ovelhas, e foge; e o lobo arrebata e faz desgarrar as ovelhas, porque é mercenário, e porque não se importa com as ovelhas. Eu sou o bom pastor, e conheço as minhas ovelhas, e as minhas ovelhas conhecem-me. Como o Pai me conhece, assim eu conheço o Pai; e dou a minha vida pelas minhas ovelhas. Tenho outras ovelhas que não são deste aprisco; importa que eu as traga; elas ouvirão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor" (Jo., X, 11-16).



Fonte: BIBLIA, N. T. Evangelho segundo S. João. Português. Bíblia Sagrada. Versão segundo os textos originais, Pe. Matos Soares. 6ª ed.. Porto: TIP. SOCIEDADE DE PAPELARIA, LDA, 1956. Cap. 10, vers. 11-16




sábado, 29 de abril de 2017

"Lembrai-vos" - Oração de S. Bernardo a Nossa Senhora


Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria,
que nunca se ouviu dizer
que algum daqueles que têm recorrido à vossa proteção,
implorado a vossa assistência,
e reclamado o vosso socorro,
fosse por Vós desamparado.
Animado eu, pois, com igual confiança,
a Vós, o Virgem entre todas singular,
como a Mãe recorro, de Vós me valho e,
gemendo sobre o peso dos meus pecados,
me prostro a vossos pés.
Não rejeiteis as minhas súplicas,
ó Mãe do Verbo de Deus humanado,
mas dignai-Vos de as ouvir propícia,
e de me alcançar o que vos rogo.
Amén.


Nossa Senhora com o Menino Jesus. Igreja de Todos os Santos, Londres


Em latim:

MEMORARE, O piissima Virgo Maria,
non esse auditum a saeculo,
quemquam ad tua currentem praesidia,
tua implorantem auxilia,
tua petentem suffragia,
esse derelictum.
Ego tali animatus confidentia,
ad te, Virgo Virginum, Mater, curro, ad te venio,
coram te gemens peccator assisto.
Noli, Mater Verbi, verba mea despicere;
sed audi propitia et exaudi.
Amen.

terça-feira, 25 de abril de 2017

Maria, Mãe da Graça


“Deus depositou a plenitude de todo o bem em Maria, para que nisso conhecêsse-mos que tudo o que temos de esperança, graça e salvação, dela deriva até nós.” (São Boaventura) 

       São Boaventura claramente explica que é de Maria que recebemos tudo quanto do céu nos vem, inclusive, e principalmente, a nossa salvação. É por estas mãos virginais que recebemos as graças Daquele que outrora se encarnou em seu seio. É como se esse santo professasse essa certeza em união com São Luís de Montfort, que afirma: "A devoção à Santíssima Virgem é necessária a todos os homens para salvação e, muito especialmente, àqueles que são chamados a uma perfeição particular".
      Quando o Verbo se encarnou no ventre ditoso de Maria, quis que os Homens se voltassem para esta Mulher e pudessem contemplar Nela as grandezas do Senhor, para que assim pudessem testemunhar que o Altíssimo opera maravilhas naqueles que se doam à Ele sem receio e sem reservas (Lc 1,49).
      Deus outorgou à Santíssima Virgem tanta graça - explica São Bernardino de Sena - que mais é impossível conceder a uma criatura, exceto Jesus Cristo. Pois em Maria residiu e reside toda plenitude da graça e todo o bem, segundo São Francisco de Assis. 
       Diante de tão valiosas revelações é impossível acreditar que alguém possa se dizer servo de Deus e desprezar o que Ele escolheu fazer por nós em Maria. Não há como servir à Jesus e desprezar sua Mãe, pois os dois são inseparáveis, afirma um santo da Igreja. E mais: "Deus só concede a graça da devoção à Maria Santíssima, àqueles que quer salvar" (São João Damasceno). E pra completar a exortação de São Bernardo é clara: “Procuremos venerar com todos os afetos do coração Maria, Mãe de Deus, porque é a vontade do Senhor que de suas mãos recebamos todos os bens da graça”. 
         Deus A escolheu como tesoureira, ecônoma e dispensadora de todas as suas graças; desse modo todos os seus dons passam pelas mãos de Nossa Senhora; e segundo o poder que ela recebeu, como diz São Bernardino, Ela distribui a quem quer, como quer, quando quer e quanto quer, as graças do Pai Eterno, as virtudes de Jesus Cristo e os dons do Espírito Santo.

Busque a Mãe enquanto há tempo!

Salve Maria!

sábado, 22 de abril de 2017

Maria, Mãe atenciosa


“ A menor oração à Mãe de Deus não fica sem resposta”

           Essa famosa frase de Santo André Corsino vem nos lembrar da grande atenção que Maria tem para com cada um dos filhos que lhe foram confiados no madeiro (Jo 19,26). Tão grande é esse zelo que no céu permanece mais tempo velando por cada Homem que se recomenda à Vossa proteção do que todos os santos juntos. Não é por acaso que Santo Agostinho ensina que: “As orações de Maria Santíssima junto a Deus têm mais poder junto da Majestade Divina que as preces e intercessão de todos os anjos e Santos do Céu e da Terra”. É sua persistência em querer socorrer os Homens que a faz tão poderosa.

         Então nos recomendemos sempre Àquela que no céu tem mais autoridade que os Anjos. Não podemos por vontade própria nos lançarmos no abismo por receio de buscar Sua intercessão.
        As próprias Sagradas Escrituras nos advertem o quão importante é a intercessão e a presença de Nossa Senhora em nossas vidas e sobre tudo no plano de nossa salvação, senda Ela invocada como Sabedoria:



"Aproxima-te dela de todo o teu coração, 
guarda os seus caminhos com todas as tuas forças.
Segue os seus vestígios, e ela se te manifestará;
quando já a possuíres, não a deixes, porque nela encontrarás, 
no fim, o teu descanso,
e ela se converterá para ti em gosto.
Os seus grilhões serão para ti uma forte protecção
e um firme apoio,
as suas cadeias um vestido de glória:
nela está realmente uma beleza que dá a vida.
e os seus vínculos são ligaduras que saram.
Tu te revestirás dela como duma veste de glória". (Eclo 6,27-32)


        Seu afeto maternal é de uma proporção tão grande que Ela (Maria) chega a prender seus filhos junto à Vós, para que não caim em pecado, são ligaduras - cadeias - de amor que unem o miserável pecador com sua misericordiosa Rainha. Não fujamos dessa ligação tendo em vista que a Santa Igreja ensina que Maria é a Porta do Céu. E mais confiante São Luis Maria de Montfort afirma que sem o intermédio da Mãe de Deus ninguém chegará à Jesus e tão pouco ao Céu. Aproximemo-nos Dela com todo o nosso coração, sem receio algum, se seguirmos seus passos Ela se manifestará à nós em sua glória e majestade, se a buscarmos Ela se deixará ser encontrada. 
         Mais uma vez fazendo uso das Escrituras a Igreja aplica a Maria o seguinte verso:


"Na plenitude dos santos se acha a minha assistência" (Eclo 24,16)

         Assim, não nos pode restar dúvida alguma que no céu temos uma Mãe atenciosa sempre a interceder pelos que se recomendam a sua proteção.


Salve Maria!